um monumento ao amor


Mumbai, 10 de novembro de 2011

“Foi uma linda história de amor, que me contaram e agora eu vou contar…”

Em 1631, Mumtaz Mahal – a segunda esposa do imperador Shah Jahan – morreu ao dar a luz ao 14º filho do casal. No mesmo ano, foi iniciada a construção do mais famoso e belo mausoléu do mundo. O Taj Mahal nasceu em memória a uma linda história de amor e hoje brilha como “uma gota de lágrima na face da eternidade”…

Estamos chegando ao Taj Mahal!!

A gente passa a vida vendo fotos do Taj Mahal e ouvindo falar de sua beleza. Será que tanta expectativa poderia levar a certo desapontamento? Não com o Taj. A beleza é do tamanho da fama. Imaculadamente branco e perfeitamente simétrico, inclusive as construções do entorno. Os jardins, as fontes formando espelhos d’água, tudo faz parte do clássico e inesquecível cenário do Taj Mahal. No centro de tudo isso, o túmulo de Mumtaz Mahal. E ao seu lado o túmulo de Shan Jahan, o único elemento fora da simetria em todo o complexo.

A bela mesquita que fica ao lado do Taj Mahal. Uma replica dela foi construída para manter a simetria.

Admirando o Taj Mahal...

É… ver o Taj Mahal de perto é mesmo inspirador. Mas, cuidado! Veja nesse videozinho a que ponto a inspiração pode te levar…

http://www.youtube.com/watch?v=FY0RB7K2wpM

O Taj Mahal é tão escandalosamente belo e conhecido que acaba ofuscando as outras atrações de Agra. Mas, há mais pra ver. Preciosidades que por si mesmas valeriam a visita. A começar pelo Agra Fort e sua mescla de estilos e cores, em um bonito contraste entre imponentes fachadas vermelhas e delicados palácios de mármore branco. Foi lá que Shah Jahan passou seus últimos dias preso após ser deposto pelo próprio filho Aurangzeb.

Na entrada do Agra Fort.

Nos jardins do Agra Fort.

O Agra Fort tem belos detalhes para todos os lados.

Na Índia, nossos dias de celebridade voltaram com força total. No Agra Fort, o assédio dos indianos querendo tirar fotos ou conversar conosco estava tão intenso que em uma das vezes um policial teve até que intervir pra dispersar a pequena confusão que se formava. Divertido enquanto você ainda está com paciência…

Neste dia tiramos dezenas de fotos com os indianos.

E Agra vai além. Não bastassem o Taj e o Forte, a cidade te convida a dormir por uma ou duas noites em vez de fazer apenas uma viagem de um único dia a partir de Delhi como a maioria dos turistas. Mausoléus como a Tumba de Akbar e o Itimad-ud-Daulah são também sensacionais! Ok, se for pra compará-los com o Taj Mahal, podem não ter a mesma grandiosidade. Mas, uma comparação dessas seria covardia com qualquer lugar.

O Itimad-ud-Daulah, mais conhecido como Baby Taj.

O interior do Baby Taj.

Durante toda a viagem pela India encontramos mais turistas indianos do que estrangeiros.

Agora, se o seu foco for mesmo o Taj Mahal, não deixe de ir ao Mehtab Bagh. Um parque do outro lado do sagrado Rio Yamuna, logo atrás do Taj. É uma imperdível oportunidade pra apreciá-lo longe das multidões e com tranquilidade. Além de ter uma de suas melhores vistas, especialmente durante o pôr do sol. Mas, vá de carro ou em um auto-rickshaw, nada de cycle-rickshaw como nós fomos! O cycle-rickshaw é uma espécie de carruagem puxada por um homem em uma bicicleta. A nossa tinha um “motor” com mais de 70 anos e é um longo caminho até chegar ao Mehtab Bagh. O resultado foi que mesmo com a ajuda do Fred (pra delírio dos locais que se divertiram com a cena), o piloto não deu conta e desistiu no meio do caminho de volta. Não precisava querer economizar tanto!

Nosso cycle rickshaw - motor da década de 30.

O Taj visto do outro lado do rio é demais!

E pra fechar com chave de ouro, existe ainda um jóia guardada a pouco mais de 40km de Agra: Fatehpur Sikri. Uma magnífica cidade fortificada construída pra ser a capital do império Mughal – posto que ocupou por meros 14 anos antes de ser abandonada. Jama Masjid é uma grandiosa mesquita logo na entrada e as bem preservadas ruínas do vasto palácio são um espetáculo. Especial! E só à uma hora de Agra em ônibus local depois de encarar o tumulto da rodoviária. Vale à pena? Sem dúvida nenhuma!

Entrada da mesquita de Jama Masjid.

Palácio de Jodh Bai.

O imperador Akbar construiu um palácio para cada uma de suas três esposas.

A viagem seguiu por Jaipur, a Cidade Rosa. E na sequência de nossa mochilada pela Índia fomos pra Mumbai. Aventuras que contaremos em breve!

E continuamos na estrada...

Esse post foi publicado em Índia e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

27 respostas para um monumento ao amor

  1. Ivaneide disse:

    Fiquei apaixonada peor esse Palácio, ainda bem que não se perde o encantamento qunado ao vivo e a cores pois realmente é muito visto… viajando com vocês sempre!

  2. Fellipe Faria disse:

    E aí, pessoal? Também cheguei hoje a Bangkok, tô aqui na Khao San Road! Vamos combinar uma cerveja sim, que tal às 21h? Abraço!!!

  3. disse:

    meninos, obrigada pelos comments, podem ter ctza de que estamos acompanhando o blog de vcs pra pegar algumas dicas! vamos nos falando, mto bom encontrar pessoas parecidas conosco =)

    bjos,
    nã e romolo

  4. Anônimo disse:

    Fred e Letícia: Adorei o Show…e, ainda estou ainda buscando o que falar para expressar o que vi e li. Depois, fechei os olhos e me imaginei, de frente com este “monumento ao amor” como vcs. chamaram. Dizem que o Taj tem wibe indescritível…e vc, Letícia como sempre passou muito bem as suas impressões neste lindo relato.
    Quanto ao assédio dos indianos, sei bem como é…(já tive oportunidade de sentir na própria pele) parece que perto deles nos tornamos marcianos. É impressionante como eles são pegajosos, mas nada que não se possa administrar…
    Bjks…
    Aguardando o próximo capítulo (Mumbai) cenário de “quem quer ser um milionário”.

    • Uau, qtos elogios gostosos de ler! Mas, não sabemos de onde veio, está como “anônimo”… Independente disso, ficamos mto agradecidos!
      Vida de ET, né! Como foi sua experiência? Em geral, os relatos são escritos pelo Fred e eu dou uma ajudinha. :)
      Ah, e Mumbai já tá no ar!
      Bjos

  5. Rogério disse:

    É um pássaro? É um avião? Não! É o Fred tentando pular o Taj Mahal! kkkkkkkkkkkk
    Me divirto muito com os posts. kkkkkkk
    Estão lindas as fotos, fantásticos depoimentos! Show
    Abraços e beijos.
    Roger

  6. Amanda disse:

    Não quero saber de estrelismos quando vcs voltarem não, tá?! Ficam aí mal acostumados, depois a gente é que vai ter que aguentar…
    Ahhhhh casal… Estamos planejando nosso reveillon na Bahia e é tão triste saber que este ano vcs não estarão conosco. Triste pra nós, né?! Porque aposto que o post do Ano Novo vai matar todo mundo de inveja!
    Beijos amigos queridos,
    Amanda

    • Pode deixar, Amandita! Inclusive, poderemos encontrar sempre que vc quiser e a gente tiver espaço agenda, bastará vc entrar em contato com nossos assessores! rs… Pena estar longe de vcs nesse reveillon! Que tal mudar a celebração da Bahia pra Indonésia!? Dois beijões!!!

  7. Marcelo Falotico disse:

    Ahhh Fred se o Jorge Benjor ver esse vídeo!!!! rsrsrs.
    Parabéns pelas postagens, estou curtindo muito a viagem de vocês.
    Grande abraço, Marcelo.

  8. OI meninos! Imprimi todo o capitulo da China e estou lendo , lentamente, degustando tudo (pretendo ir lá). A viagem está maravilhosa. Continuo me divertindo muito. Parece qua a Índia é pacífica, não? continuem.. pois está tudo perfeito!! (post, fotosd, tudinho mesmo)

    • Que bacana, Ivaneide! Visitar a China realmente vale a pena!
      Na Índia não vimos, nem ouvimos falar sobre violência. Mas, lá tem muito furto e trapaça… então tem que ficar bem ligado!
      Um abraço,

  9. Hermógenes e Maria do Carmo disse:

    Belíssimo post!!! Faltam adjetivos para qualificá-lo adequadamente!!!
    Consta que para manter a simetria, Shah Jahan planejava construir para si outro mausoléu, todo em negro, do outro lado do Rio Yamuna (seria no local em que a Letícia está sentada ???), quando foi deposto e aprisionado pelo filho.
    É mais um capítulo desta “linda história de amor”.
    Agora, sejamos francos… A autoridade de pais nos autoriza a dizer o que pensamos: como dançarinos e cantores vocês são ótimos fotografos e narradores… hehehe… Continuem assim.
    Beijos

    • Obrigado, gente!!
      Não haveria outro lugar mehor do que este em que a Letícia está sentada para construir o lendário Taj Mahal negro. Seria o ideal para manter a perfeita simetria.
      Sobre nossa exemplar performance, avaliamos que a filha ainda leva algum jeito, já o genro é mesmo um caso perdido!!
      Ah, e reparem que fizemos uma pequena intervenção no comentário e agora não “falta” mais nada… ;-)
      Beijos

  10. Kécia Torres disse:

    Lindo! Lindo! Lindo!
    Aquela foto da Leticia sentada com o Taj Mahal ao fundo ficou maravilhosa!
    O fotógrafo tbm é profissional né?? rss…
    Queria ver mais fotos, com certeza vcs devem ter mais algumas centenas de fotos, princ. deste lugar maravilhoso pra mostrar pra gente! Coloca em algum lugar…. tipo Flickr ou Picasa…rs
    Insistência de leitora é duro hein… como se não bastassem os assédios dos seus fãs para tirar fotos!! Que celebridades vcs se tornaram!! kkkk
    Amei! Aguardo ansiosa pelos próximos posts!
    Bjos.

    • Oi, Kécia!!! Que bom q vc tá curtindo!!
      É difícil subir as fotos, raro encontrar internet q preste. Os post mesmo são um sofrimento pra gente conseguir colocar no ar…!
      Estamos selecionando fotos, com certeza na volta a gente dá um jeito de deixar mais disponível.
      Por enquanto, a Letícia tb tem subido outras no FB, procure ela lá! ;)
      Bjos

      • Kécia Torres disse:

        Nossa… tinha esquecido dessa opção do FB…dãã…rs
        Vou achar vcs por lá então!
        Serve tudo para matar a curiosidade e curtir mais um pouco das maravilhas que vcs estão vivendo.
        Obrigada!
        Bjos.

      • Kécia Torres disse:

        Como faço pra encontrar vcs no FB?
        Tentei agora mas não sei sobrenome ou email para localizar. =(
        Ahhh… vou aguardar vcs me responderem então ok.
        Obrigada queridos!
        Bjo!!

      • Kécia Torres disse:

        Já encontrei vc Leticia!! \o/
        Agora acompanharei quase que “online” qdo colocar alguma foto!
        Ahh… Adorei a matéria que fizeram sobre vcs no blog.
        Já até compartilhei…rs
        Obrigada!
        Bjos.

      • Que bom, Kécia! Bjos

  11. Shirley disse:

    Que contraste!!! As fotos de vcs ficaram D++++++!!! É olhando essas fotos até que dar para mudar de idéia qt a conhecer a Índia… Nossa e esse buzão ai??? ta parecendo as latas velhas que a gente pega para ir para o interiorzão da Bahia, onde além de gente se carrega galinha, porco, sacas de arroz, de feijão etc, etc, etc kkkkkkkkkkkkkk

    • Oi, Shirley! É a Índia tem disso… Agra ainda tem mto daquilo que falamos sobre Varanassi, mas com tanta beleza, a gente tinha que enfatizar esse “outro lado”, né! E sobre o ônibus, pouco antes tinha um bando de caras empurrando pra fazer pegar! ahahaha! Troque as galinhas e porcos por cabras e vc se sentirá numa dessas viagens!! ahahah

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s