na áfrica selvagem


Victoria Falls, Zimbábue, 06 de agosto de 2011

Seguimos em nossa viagem de caminhão pela África. Na segunda semana a bordo da Helena, fomos dos esportes radicais à vida selvagem. A Namíbia se revelou um destino mais bem estruturado do que esperávamos e com uma coleção de atrações que sem dúvida justificam uma visita. Com cerca de duas décadas de independência da África do Sul, as cidades são limpas e têm as facilidades que um viajante necessita. É verdade que o desemprego e a pobreza estão sempre ao lado, mas nos sentimos seguros e vimos muitas famílias viajando sozinhas de carro. Com a Helena recauchutada – quase 100% – partimos para os dias que se seguiram nessa jornada.

Mash vasculhando o horizonte em busca de um dos "big 5"

Dias #7 e 8: Swakopmund é centro dos esportes radicais da Namíbia. Fica na costa atlântica do País e é um pólo turístico com vários hotéis, cafés e restaurantes. No momento de luxo da viagem, não dormimos em barracas. Em vez disso, tivemos três noites bem vindas em um chalé. Para os aventureiros, há opções pra todos os gostos e gastos, como saltos de pára-quedas, mergulho com golfinhos, giros de quadriciclo no deserto etc. Aproveitamos a parada pra tirar um dia de descanso, conhecer a praia, lavar a roupa e acessar a Internet (o penúltimo post saiu de lá). No dia seguinte, fomos pras dunas onde rolava o sandboard e a descida em alta velocidade deitado em uma prancha. Alta velocidade mesmo. Rolou uma pequena competição entre os amigos e a gente passava fácil dos 70 km/h com o rosto ali a 10 cm do chão! A Letícia foi a fotógrafa da galera e o Fred foi se sujar na areia…

Fred voando nas dunas do Deserto da Namíbia

Nessa brincadeira a gente passava dos 70km/h

#9: Do conforto do chalé pra um acampamento selvagem. Acordamos em uma cama de verdade e fomos dormir no meio do mato sem qualquer estrutura de camping. Entre uma coisa e outra, mais de 70.000 focas! Paramos pra conhecer um desses lugares extraordinários do mundo que assistíamos no Discovery Channel sem imaginar que um dia veríamos com os próprios olhos: uma praia que é o lar de uma população de focas que oscila entre 60 e 100.000 indivíduos ao longo do ano. A algazarra é assustadora, o cheiro é terrível e ter vivenciado isso foi muito, muito bom! Já de tarde, chegamos a Spitzkoppe e nos embrenhamos no meio do nada pra desfrutar de uma paisagem incrível e um pôr do sol memorável. Sem qualquer sinal de civilização, o céu se transformou em um mar de estrelas e a gente sequer sentiu falta do conforto de um banheiro por perto.

Letícia e o mar de focas

Cape Cross

Chegada ao topo da montanha pra ver o pôr do sol em Sptitzkoppe

#10: Próximo destino: Etosha National Park – é chegada a hora de começarem os safáris. Ainda na estrada, a vida selvagem vai pipocando cada vez com mais freqüência. Impalas, antílopes, zebras, chacais e, de repente, o primeiro elefante. Euforia no caminhão. Nada de zoológico, o gigantesco animal veio andando em nossa direção e cruzou a estrada bem a nossa frente. O camping – protegido por cercas elétricas – ficava dentro do parque e ao lado de um “waterhole” – uma pequena lagoa que atrai os animais pra beber água. Portanto, é um ótimo ponto pra observá-los em seu próprio ambiente, mas há poucos metros de distância. De noite, a temperatura caiu e a emoção aumentou. Manadas com 10 elefantes, rinocerontes e outros tantos bichos que mal sabíamos o nome. Fomos pra barraca ouvindo o poderoso rugido dos leões que rondavam o acampamento.

Anoitece no waterhole e os rinocerontes aparecem pra beber água

Enquanto um incêndio no parque se aproxima das nossas barracas - "tudo sob controle" nos disseram...

#11: Quando o sol nasceu nesse dia, já tínhamos desmontado as barracas, tomado café da manhã e estávamos embarcados na Helena pra rodar o parque em busca de mais vida selvagem. Passamos por todo tipo e tamanho de pássaros. Vimos bandos enormes dos mais diversos animais migrando em busca da água escassa do inverno da Namíbia. Quando encontramos um grupo de 50 elefantes em outro waterhole, achamos graça da emoção que sentimos ao ver o primeiro. Que animais enormes e elegantes ao mesmo tempo! Assim como são graciosas as girafas bebendo água, correndo ou cuidando de seus filhotes. Mas, é claro que ninguém sai pra um safári na África sem ter em mente um encontro com o rei da selva. O rei mesmo não deu as caras, mas encontramos algumas rainhas. Grupos de leoas deitadas ou andando com a preguiça e displicência de quem é a caçadora e não a caça. E, pra nossa surpresa, perto do fim do nosso “game drive”, demos com um guepardo com um filhote. Raríssimo de ser visto, esse felino é o animal terrestre mais rápido do mundo e vai de 0 a 100 km/h em menos de 3 segundos. Azar das gazelas, sorte a nossa! Pra fechar a noite no segundo acampamento no parque, mais uma serenata de hienas e leões travando uma batalha psicológica ao nosso redor.

Briga entre os veados pra ver quem era o mais macho!

Chegamos a ver 50 elefantes dividindo o espaço desse waterhole

A rainha da selva

Girafas: as favoritas da Letícia

Anúncios
Esse post foi publicado em Namíbia e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

21 respostas para na áfrica selvagem

  1. Rosângela disse:

    Fiquei um tempo distante do blog, e retomei a leitura hoje. É muito bom acompanhar a experiência de vocês. Essa viagem está ficando cada vez mais emocionante e voces estão me mostrando coisas que eu nem sabia que era possível. Quanto as fotos, são o máximo. É sempre muito bom contar as coisas com ilustração. Fico só imaginando, no total, quantas fotos vão trazer dessa aventura. Continuarei acompanhando daqui, pois confesso que acompanha-los me deixa muito feliz, porque me faz viajar a distância. Parabéns pelo blog. Rosângela ( amiga da mãe da Letíca, que eu ainda não conheço pessoalmente)

    • Oi, Rosângela! Pra te dar uma ideia, já tiramos mais de 10.000 fotos e acabamos de passar da metade da viagem. Dessas, mais ou menos um terço estamos selecionando pra “posteridade” rs… Que ótimo que vc fica feliz ao ler o blog. Nós ficamos felizes tb!

  2. Fernando disse:

    Muito massa as fotos!!! Parabéns!!

  3. Diego/SC disse:

    Caraca pessoal.. sou de SC e só agora achei essa relíquia de Blog.. estou me deliciando com os posts de vcs.. e invejando um dia poder ser como vcs… Essas histórias vividas só me fazem querer ainda mais esse objetivo de dar a volta ao Mundo… Sucesso… saúde e Bom Caminho para vcs!!! To aqui ancioso pelo próximo post!!! Abraços.

    • Que bom, Diego, muito obrigado pela mensagem! Inspire-se! Um volta ao mundo pode ser mais viável do que parece! Planeje a sua e conte conosco pra algumas dicas. Abraços

  4. Anônimo disse:

    Hello Fred & Leticia, I am back in switzerland and miss you and our wine-club so much! Hopefully you reached Johannesbourg well and you will soon get your visa for china! If not, just take a flight to Zürich! You are welcome to my home, with a warm big bed, HOT SHOWER ;-)), lovely cheese-fondue… washing maschine… Take care – enjoy – and hopefully see you again…. big hug for you two from Nadja

    • Hello Nadja!!!
      You can’t imagine how happy we were when we read your message! It was such a huge pleasure to meet you!
      We´ve already gotten our chinese visa. But, we´ll keep that invitation in our minds for next trips. Would be really nice to see you again. If it´s not in Switzerland, maybe in Brazil for our child birth – we didn´t forget that! :-)). By the way, right now, we´re having a bottle of wine and remembering our time together.
      A big hug and really hope to see you soon!
      Fred and Leticia

  5. Enrico disse:

    Vamo Helenaaaa ! Segura as pontas ! hahahaha

    Tamos acompanhando aí, gostei do roteiro passando pela costa oeste, achei que fossem subir pelo outro lado !

    Boa viagem aí pessoal, aguardamos os próximos posts :)

    [] ‘ s

  6. Meu Deus! Que experiência única!! As fotos do post anterior já haviam me impressionado muito… Parabéns pela viagem e pelo blog… cada vez mais emocionantes!
    Abraços
    Ana Luiza

  7. Rogério disse:

    Fantástico!

  8. Bethânia Andrade disse:

    Fredão e Leticia estamos acompanhando essa maravilha e supreendente Namíbia,a sua narrativa nos coloca praticamente dentro da Helena…rsrsrsrs…..e participando de todos esses momentos inesquecíveis!
    Bjão nosso,

    Papai e Bethânia

    • Já que estão dentro da Helena, temos que pensar em algum trabalho pra vcs também! rs… Aguardem os próximos posts, também passamos por Botswana e Zimbábue. Bjos!

  9. Anônimo disse:

    Um show!!!
    Estou ficando viciada neste blog. Fico doida para saber de mais novidades e admirar as lindas fotos. Que aulas maravilhosas nós estamos tendo oportunidade de ter com vocês!
    Obrigada meninos. Continuem aproveitando…
    Que bom que a Helena melhorou!
    Bjs. Teresa

  10. Mári disse:

    Uau…. Let e Fred, amei tudo. Fiz este safári junto com vocês sem dúvida. Não sei porque me identifiquei com a leoa. rs
    Beijos e obrigada pelo safári. As fotos estão deslumbrantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s