cape town: onde o vento faz a curva


Swakopmund, Namíbia, 22 de julho de 2011

Estamos escrevendo de uma pequena cidade no litoral da Namíbia. Nos últimos dias, iniciamos uma jornada rumo ao coração da África e Internet passou a ser artigo raro. Por isso, estamos publicando as novidades com algum atraso, tardando, mas jamais falhando!

Terminada a primeira fase da viagem em que passamos pela Europa, Oriente Médio e norte da África, embarcamos de Londres pra África do Sul. E nada como começar essa nova etapa em grande estilo. Vôo longo brindado com up-grade pra classe executiva, com direito a mimos e muito vinho. Chegamos por Johannesburgo – onde ainda vamos voltar – e seguimos pra Cape Town.

Bondinho pra Table Mountain, com a montanha Lion´s Head compondo o cenário

 

 

 

Letícia e o palco da última Copa

 

 

Praia no Cabo da Boa Esperança

Cape Town é uma das cidades mais lindas da África, talvez até do mundo. Cercada de um lado pela encosta das montanhas e do outro pelo Oceano Atlântico, é uma jóia que brilha quase no extremo sul do continente. Organizada, limpa e com alguns serviços de primeiro mundo, pode surpreender a quem faça uma única imagem dos países africanos. Como o nosso Brasil, tem que lidar com a violência urbana, embora mantenha um clima bem relaxado, fácil de ficar à vontade.

Passar um ano longe de casa cobra alguns preços que nos aperta o coração. Um deles foi perder o casamento de dois grandes amigos, a Letícia e o Santiago. Mas, se não fomos ao casório, demos a volta por cima tirando uma casquinha da lua de mel! Eles também passaram por Cape Town e pudemos curtir juntos os dias e a região. Com direito a pic-nic no fantástico jardim botânico Kirstenbosch, viagem pela Península do Cabo e muita conversa boa pra botar o papo em dia.

 

Grandes amigos em lua de mel: Letícia Almada e Santiago

 

 

Pouco antes de começar o pic-nic no Kirstenbosch

 

A Península do Cabo é um passeio imperdível. Panoramas memoráveis na estrada, fazendas de avestruzes, colônias de pinguins na praia, feiras de artesanato e, claro, a obrigatória visita ao Cabo da Boa Esperança. Bela natureza, boa companhia e um clima luxuoso de sol e calor durante toda a semana, quando na região é praticamente certo ter frio e chuva nessa época do ano. A sorte e os amigos do nosso lado, querer o que mais?

Alimentando o novo amigo...

 

Os visuais da Península do Cabo são incríveis!

 

 

Pose pra tradicional foto no Cabo da Boa Esperança

 

O adorável pinguim em sua roupa de gala

 

Quase que dava pra aproveitar até a bonita praia em Camps Bay, mas o mar muito gelado não há tempo bom que mude. Mar que o Fred e o Santiago acabaram enfrentando pra fazer um mergulho. Medo da água fria? Nem tanto, dado que gigantescos tubarões brancos de 3,5 metros passavam a distância de um braço, atraídos por iscas do tamanho da nossa cabeça. Separados pelas grades de uma jaula, em mar aberto, é um emoção indescritível ficar tão próximo do rei dos mares na sua versão mais selvagem. Enquanto isso, as duas Letícia aproveitavam pra rodar as lojas do Victoria & Alfred Waterfront, o ponto mais descolado da cidade.

Camps Bay sob as 12 montanhas conhecidas como 12 Apóstolos

 

Tubarão branco

A fera dando as caras pra gente - não é o tipo de peixe que se pesca todos os dias...

 

Essa é a jaula que nos protegia dos tubarões

E Cape Town tem muito mais pra oferecer. Baías com casas luxuosas, um centro com jardins encantadores, Bo-Kaap – o bairro islâmico de casas multicoloridas – o lindo estádio construído pra Copa do Mundo e que já está em desuso e a Robben Island, onde Mandela ficou preso por mais de uma década durante o famigerado Apartheid. Passado que os sul africanos não esquecem. Não querem ter vergonha de lembrar, mas levantar a cabeça e reconstruir o País em clima de reconciliação. Embora certas coisas não mudem fácil e quase sempre os brancos são patrões e os negros empregados.

O bairro islâmico de Bo-Kaap com suas casinhas coloridas

 

 

A África do Sul quer fazer as pazes com seu passado e reconciliar povos de todas as cores: Rainbow Nation!

 

 

Fechamos nossa estada lá no principal cartão postal, a extraordinária Table Mountain que domina a paisagem com seus mais de 1000 metros de altura. Subimos nos modernos bondinhos pra nos deslumbrar com as vistas de tirar o fôlego. Resolvemos descer a pé pra descobrir que o caminho é longo e muitíssimo íngreme. Ficaram as boas lembranças e as dores nas pernas. Tivemos que despencar de lá em passo acelerado, pois tínhamos um encontro marcado pra conhecer a turma do nosso overlanding. No dia seguinte, embarcamos em um safári de três semanas África adentro. Uma história que vamos contar em breve e que já está trazendo grandes aventuras.

Admirando a vista da Table Mountain

 

 

Esse post foi publicado em África do Sul e marcado , , , , . Guardar link permanente.

15 respostas para cape town: onde o vento faz a curva

  1. Rafael disse:

    Cape Town é meu lugar favorito no mundo, pelo menos até agora. Engraçado perceber como quem visita acaba tirando fotos nos mesmos lugares!

  2. Rosângela disse:

    Lindo post. Como existe lugar maravilhoso nesse mundo.
    Fotos maravilhosas. Adorei.

  3. Leticia e Santiago disse:

    Adoramos a companhia na lua de mel, pena que passou muito rápido! O post ficou otimo, so faltou uma foto do Rachid…Rs
    Foi uma honra fazer parte dessa aventura! Nos vemos na Ásia….Rsss
    Bjss e saudades ja

    • Amamos estar com vcs tirando uma casquinha da lua de mel!!! Infelizmente, não temos nenhum registro do Rachid, mas sua imagem (e odor) estarão pra sempre guardados na memória! ahahaha

      Ásia, Ásia!!! Êeeeeeeeeeee…!!!

      Bjão, saudades!!!

  4. Sou doida para conhecer Capetown!!! Parece ser mesmo linda e super agradável!!! É considerada uma das melhores cidades para se viver!!

    Começaram o passeio bem, com um belo upgrade e terminaram na jaula com os tubarões brancos… hahahahah É a vida!

    Quais são os próximos destinos? Em Agosto e Setembro estamos indo para China, VIetnam e Myanmar. Vocês estarão pelo sudeste asiático nesta época?

    Bjs

    • Ah, vá sim, Fê, é incrível!!

      Estamos agora rodando pela África, mas em Ago/Set vamos estar pela China, Mongólia, Nepal e Índia. Será que conseguimos encontrar na China?! Entre 10 e 15 de ago chegamos em Hong Kong.

      Tomara!!

      Bjos

  5. Marcelo disse:

    Muito legal!! Saudades meu irmão!!

  6. e a camisa do cruzeiro ta sempre nas fotos!! rs.

  7. Leandro e tatiana disse:

    Post nota 10!!!
    Que sorte o upgrade! Foi brinde por vôo lotado?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s