mergulhando no mar vermelho


 

Dahab, 20 de abril de 2011

Quando soubemos que teríamos que encarar quase 20hs de ônibus, pensamos que não seria fácil chegar à Dahab. Agora que estamos aqui, descobrimos que muito mais difícil é sair… De espírito mochileiro, meio hippie-chique, Dahab é uma cidadezinha bem cosmopolita e ocidentalizada do Egito. É uma das jóias do Mar Vermelho na Península do Sinai. E seu estilo relaxado e informal garante um ambiente bem menos pretensioso que de sua famosa vizinha Sharm el-Sheikh. Junto à praia, corre uma rua de pedestres cheia de pousadas, lojinhas e deques de restaurantes com mesinhas no chão, tapetas e almofadas. Logo dá pra entender porque é o destino de pessoas do mundo inteiro.

O braço de mar estreita-se entre as cadeias montanhosas e está cercado de desertos por todos os lados. Em contraste com a paisagem dourada de suas margens, esbanja todas as cores possíveis de verde e azul, passando por certas tonalidades que a gente não imaginava existir. A água, que tem elevada concentração de sal, é incrivelmente transparente. Cenário de cartão postal. Mas, o que realmente atrai tanta gente até esse pedaço do planeta são os tesouros guardados no fundo do Mar Vermelho. Essa é uma das melhores regiões pra mergulho do mundo, tanto pela excelente visibilidade, quanto pela riqueza da vida marinha e os famosos naufrágios.

Na falta de equipamento pra fotografar embaixo d'água, pegamos uma foto de lá na Internet

Nem é preciso ir fundo pra aproveitar. Flutuando com o snorkel, dá pra delirar com os enormes cardumes de peixes com cores vibrantes, Spanish Dancers, Peixes Palhaço (o Nemo!), Lyon Fishes, lulas e o espetáculo dos multicoloridos corais vivos. E se de cima já é bonito, a tentação pra descer cada vez mais é irresistível. Fizemos o curso avançado do PADI pra expandir nosso limite de profundidade e poder transitar por até 5 atmosferas. Mergulhamos no Blue Hole, Canyon, Golden Blocks e Light House. Caíamos na água tanto de dia, quanto de noite, quando o mar ganha outra vida, novas cores e aspecto de filme de ficção científica.

Os novos advanced open water divers

Estamos hospedados em um quarto de frente pra praia, com uma fantástica varanda com vista pro mar e pra Arábia Saudita, vizinha do Egito. Nosso farto café da manhã é servido quase no começo dos recifes banhados pela água cristalina. O happy hour é em um bar animado, com algumas Stellas e uma sheesha. De noite, existem opções fantásticas de frutos do mar à luz de velas e da lua cheia. E acreditem, nada disso custa caro.

Happy Hour no Yalla Bar

Varanda com vista pro mar e Arábia Saudita

Estudando para o curso. Eta, homem caxias!

Os gatunos são uma ameaça constante às nossas refeições

Um passeio que não pode faltar a quem estiver por aqui é a visita ao Mosteiro Santa Catarina e ao Monte Sinai. Há quase dois mil anos o local atrai peregrinos judeus, islâmicos e cristãos por ser considerado o local em que Moisés teria recebido a Tábua das Leis (aquela com os 10 mandamentos). De fato, o mosteiro é o único no mundo em que convivem devotos das três maiores religiões monoteístas do mundo. Mas, hoje, provavelmente o que atrai a maioria dos turistas é a sua beleza cênica. Principalmente, no nascer ou pôr do sol. Nós subimos durante a madrugada. A subida puxada pode levar de duas a mais de três horas. Lá em cima, faz frio até o sol começar a iluminar os grandes picos ocres ao redor. Vale à pena voltar por um caminho diferente, descendo pela escadaria de mais de 4.000 degraus e delirando com a linda sucessão de visuais.

Nascer do sol no Monte Sinai

Chegando ao Mosteiro Santa Catarina

Um lugar com esse não dá vontade de ir embora. E a gente foi ficando, contando apenas com o limite imposto pelo nosso visto pra Jordânia, tirado ainda no Brasil. A gente precisaria ter tempo de passar uns dias por lá e sair antes que ele vencesse. Esse prazo na Jordânia foi sendo encurtado até sumir! Resolvemos que vistos se renovam sempre, mas que o paraíso só dá as caras de vez em quando. Adiamos nossa saída pra Petra pra poder ficar mais um pouco. E agora nos planejamos pra conhecer outras praias e fazer novos mergulhos. Os grandes destaques são o naufrágio Thistleorm da 2ª Guerra Mundial e o Parque Ras Mohammed, região considerada uma das 7 maravilhas do mundo subaquático. Dava pra resistir?

Sinai - O perigo é não querer ir embora

Esse post foi publicado em Egito e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

20 respostas para mergulhando no mar vermelho

  1. Nossa, nunca soube que Dahab era linda assim!! Já ví uns pacotinhos à venda desde Dubai, vou analisar com maior interesse da próxima vez!

    Bjks e boa viagem!

  2. Patrick disse:

    Heheheh, depois publiquem as fotos do Fred “lendo jornal” no último mergulho!

    Já me cadastrei aqui pra ler os próximos capítulos…

    Abração

  3. Jaqueline disse:

    Oi Fred e Letícia :)

    Achei o link do blog esses dias lá no mochileiros e acabei hoje de ler o relato de vcs. Confesso que o final me pegou de surpresa, está tão absurdamente bem escrito que eu queria mais agora! hehe Vou passar a acompanhar o blog e curtir ao menos um pouquinho dessa aventura maravilhosa ( Estou de molho em casa com a perna quebrada e acho q encontrei a minha perfeita distração…). As fotos tbm estão ótimas, de arrepiar e emocionar. É o meu sonho fazer uma viagem assim, se bem que sempre pensei em focar mais na Europa (paixão, paixão e paixão e tbm um pouco de medo de alguns destinos) mas alguns relatos recentes e principalmente fotos rsrsrs tem me feito
    mudar de opinião… Por enquanto é só sonho mesmo, com 19 anos e salário de estagiária ainda vai demorar um pouquinho, ao menos até o final da faculdade, mas enquanto isso eu vou ” colhendo e acumulando informações”. aaah vcs formam um casal muito fofo!

    Bom é isso,Feliz Páscoa e boa sorte com o resto da sua jornada!

    Jaqueline

  4. Jaqueline disse:

    Oi Fred e Letícia :)

    Achei o link do blog esses dias lá no mochileiros e acabei hoje de ler o relato de vcs. Confesso que o final me pegou de surpresa, está tão absurdamente bem escrito que eu queria mais agora! hehe Vou passar a acompanhar o blog e curtir ao menos um pouquinho dessa aventura maravilhosa ( Estou de molho em casa com a perna quebrada e acho q encontrei a minha perfeita distração…). As fotos tbm estão ótimas, de arrepiar e emocionar. É o meu sonho fazer uma viagem assim, se bem que sempre pensei em focar mais na Europa (paixão, paixão e paixão e tbm um pouco de medo de alguns destinos) mas alguns relatos recentes e principalmente fotos rsrsrs tem me feito
    mudar de opinião… Por enquanto é só sonho mesmo, com 19 anos e salário de estagiária ainda vai demorar um pouquinho, ao menos até o final da faculdade, mas enquanto isso eu vou ” colhendo e acumulando informações”. aaah vcs formão um casal muito fofo!

    Bom é isso,Feliz Páscoa e boa sorte com o resto da sua jornada!

    Jaqueline

    • Oi, Jaqueline!
      Adoramos seu comentário! Vc tb nos pareceu mto fofa! rs…
      Boa sorte com essa perna e continue sonhando. Medo a gente tb tinha e ainda tem de alguns destinos. A verdade é que qdo a gente chega, vê q alimenta alguns fantasmas e preconceitos. Esse mundão ta aí à disposição e ele espera vc terminar a faculdade! :)
      Feliz páscoa!

  5. Enrico disse:

    Fala pessoal ! Trocamos uma idéia no Mochileiros e esqueci de voltar no blog ! Hoje me deu um estalo e vi que já rolou mta coisa :) Dei uma passada rápida nos posts e parece que está tudo indo bem né, boa viagem aí, vou acompanhando e juntando as infos pra minha viagem :)

    Abraćão !

  6. Enrico disse:

    Fala pessoal ! A

  7. Clarissa disse:

    Nossa, que lindo !!!!!! Fiquei até arrepiada vendo as fotos !!!!!!! Demais !!!!!!!! Estou com saudades…. Feliz Páscoa para vcs !!!!!!! Bjos…….

  8. Guilherme Marinho Miranda disse:

    Pois é Rogério, cada vez mais percebo que o objetivo desse blog é nos matar de inveja até não resistirmos mais e chutar o balde. Estou aqui na USP (fisicamente) num seminário discutindo Geopolitica e Diplomacia e viajando (mentalmente) pelo litoral do Sinaï…

    Fiz essa viagem em 2001 e Dahab nem era tão cosmopolita assim. Legal sentir as transformações. O fundo do mar, sim, e o nascer do sol no alto do monte também parecem manter a mesma beleza delirante. Cores singelas em paisagens terrestres e marinhas: ô lugá! Me identifiquei muito com suas impressões, Fred.

    Gostei tb da idéia de trocar um visto pela permanência num pedaço de paraíso…. É isso aí! Se ainda houver tempo, sugiro um pulo em Basata (http://www.basata.com/) e Nuweiba.

    Grande abraço e boas viagens!

    • Fala Gui!
      Se alguém resolver chutar o balde lendo o blog, confesso q vamos ficar felizes. Hoje, conhecemos um cara q resolveu dar a volta ao mundo lendo o relato de outra pessoa q tinha feito o mesmo. E ele tava lá, no seu 4o. mês de viagem. Mas, vc é mto viajado e não pode ficar aí se lamuriando no meio do seu seminário de geopolítica! rs…
      Lembro bem q vc teve aqui. Foi como o Rami, não foi? Tentei até mandar um email pra ele pra falar q estaria por essas bandas, mas não consegui fazer contato.
      Abração, meu velho, vamos dar uma checada nas dicas!

  9. Marba disse:

    Thistlegorm e Blue Hole estão no meu roteiro aí na região do Sinai…a ida ao monte é que ainda é nao consegui encaixar no roteiro…pode ser que eu renuncie um dia no Líbano já que vou ganhar tempo na viagem voando de Luxor O
    pra Sharm e de lá por terra ate Dahab

    Um abraçao e valeu pelo relato positivo desta região aí do Egito!!

    • Vem mesmo, Marba! Vai curtir mto! A ida ao Sinai precisa de só um dia. Na verdade, é uma noite, mas no dia seguinte vc provavelmente vai precisar dormir… E se for ao Thislegorm, dá pra no mesmo dia fazer um mergulho por fora e outro por dentro dele e ainda mergulhar no Ras Mohammed. Realmente vale à pena!!! Logo mais estaremos aproveitando suas dicas desse outro lado do mundo! Abração e boa viagem

  10. Leandro Duarte de Carvalho disse:

    Gente!!! Estou abobado aqui com a Viagem de vcs!!!! SENSASIONAL!! Lindissimas fotos e comentários!! Um forte abraço! Leandro e Tatiana.

  11. Rogério disse:

    A viagem está cada dia melhor, realmente fantástica. Dá uma vontade de chutar o balde e fazer o mesmo.

    Aqui, véspera de feriadão. Preparando pra ir pra BH matar saudade da família.

    Abraços saudosos e boa viagem.

    • Q blz, hein, Peixe! Feriadão prolongado pela frente! Considere, rapaz, a possibilidade de ir ao Japão ehehehe…. Tá sempre aí acompanhando, hein. Grande abraço procê e mande saudações a todos na terrinha!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s