primeiras notícias


Lisboa, 20 de fevereiro de 2011

Lisboa surpreende! Não estamos dizendo que seja a cidade mais espetacular do planeta, até porque nosso giro pelo mundo mal começou. Surpreende porque de modo geral não damos o devido valor a um país fantástico e que está profundamente ligado às nossas origens. Com uma bela surpresa a cada esquina, o que não faltam são bons motivos pra visitar nossos colegas lusitanos. E não se engane, é uma capital européia com o que tem direito. Apesar da crise que assola essas bandas, chama atenção aos nossos olhos desgastados pelas dificuldades brasileiras o cuidado com o que é público, a segurança, a qualidade do transporte e o ar cosmopolita, com europeus, brazucas e outros gringos de todos os cantos nas ruas, cafés e estações do metrô.

E nada como começar a viagem com um canto pra chamar de seu! Estamos hospedados na casa de um grande amigo português que nos recebeu como reis. Isso não é mochilar, parece que estamos no conforto de um hotel cinco estrelas, somado ao aconchego de uma pousada familiar. Espetacular! Lamentamos apenas que ele pode passar uma única noite por aqui entre duas viagens que estava fazendo. E deixou tudo tão arrumado pra nos receber que merece nossos muito obrigado redobrados.

Nosso plano é viajar barato e estamos indo muito bem até agora. Claro que não dá pra recomendar o privilégio de ter um ótimo lugar pra ficar e sem ter que pagar por isso. É uma sorte nossa. Mas, vai além disso. Logo no primeiro dia, fizemos um bom supermercado que nos trouxe muitas economias no café da manhã e jantar. Mais ainda, tem nos permitido um vinho português por 2 euros a garrafa. Nada mal… Algumas pessoas nos perguntavam o que tivemos que comprar pra viagem e se assustavam com a reposta: praticamente nada! Justamente daí veio outra grande economia. Uma já surrada mochila não queria encarar um ano de viagem e decidimos comprar uma nova. Pelo preço dela no Brasil, compramos um modelo idêntico na mesma rede de lojas. Com o troco, levamos duas calças, duas camisas, uma jaqueta, botas, meias, luvas, mochila de ataque e um saco de dormir. Não é mentira ou exagero. É o preço das coisas no Brasil que passa do absurdo mesmo…

O clima por aqui, pelo o que vimos até agora, está completamente imprevisível. Sabíamos que não era a melhor época pra visitar Lisboa. Mas, não imaginávamos ir da chuva com ventania ao sol, passando pela garoa e voltando à chuva em menos de 15 minutos. Loucura! E faz frio, entre 6 e 15 graus. Ontem mesmo, amanheceu chovendo forte, o que parecia nos condenar a saborear “nossa” casa o dia inteiro. Curtimos a manhã organizando nossas coisas e já estávamos prontos pra passar a tarde a base de vinho e música. Eis que de repente o sol nos expulsou pra rua. Fomos perambular pelo centro histórico e, uau!, que cidade linda! Andar por suas ruas é uma viagem no tempo. Belíssimos e enormes casarões coloniais muito bem preservados dominam todos os cantos. A propósito, será que em Portugal – a metrópole – esse estilo também é chamado de colonial? Bem, lembre de Ouro Preto, Diamantina, Recife Antigo ou o centro histórico de São Luís, acrescente 3 ou 4 andares a cada prédio e multiplique várias vezes o tamanho total: o resultado é o que vimos nessa tarde.

Pra finalizar o dia, fomos ver uma amiga brasileira, Claudinha, e seu namorado que moram por aqui já há algum tempo. Encontramos no Bairro Alto, tradicional região boêmia da cidade. No cardápio, cervejinha e ginga, bebida tradicional dos tugas. Os próximos dias têm a agenda cheia e contamos que o caos do clima nos presenteie com uns dias ensolarados. Prometemos passar nosso roteiro na cidade no próximo post e também colocar mais fotos.

Até breve!

Esse post foi publicado em Portugal e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

18 respostas para primeiras notícias

  1. Emerson Bruno disse:

    Como sempre, muito bem escrito. Parabéns!!!

  2. A viagem começou bem!! Ótimo cenário, boa hospedagem e vinho por 2 euros!! Muuuito bom! :)

    Bjs e aproveitem!

  3. Denise Telesca disse:

    Olá!!!
    Como disse nossa amiga Mari estou viajando com vocês. E se ainda estiverem em Portugal, tomem um bom vinho verde e escutem um fado por mim.
    Beijos, saudade!
    Denise

    • Oi, De! Tomamos o vinho verde ontem, com um delicioso queijo de ovelha da serra da estrela. Tudo indicação da nossa amiga Sophia que mora em Portugal.
      Bj grande! Olha, e to contando com a possibilidade de um encontro na África, viu?!

    • Ah, e como vc pode ver estamos completamente conectados com o Roaming Internacional da Claro! Sucesso em todos os lugares que tentamos usar. Usamos em Lisboa, Sintra, Porto, Guimarães e Braga!
      Tá trabalhando direitinho, hein?! Rs…

  4. Hermógenes e Maria do Carmo disse:

    Desejamos que essa grande jornada a que vocês se propuseram esteja começando conforme o planejado. Este blog, que estamos acompanhando de perto, diz que sim. Ótimo!
    Aproveitem bastante cada minuto desta fantástica aventura que vocês, com muita coragem e determinação, estão se dando. Tiveram e sempre terão nosso incondicional apoio. Carpe diem e, por dever de ofício, repetimos o que já foi aconselhado alhures: juízo… muito juízo.

    • Oi pai, oi mãe!
      Realmente as coisas estão saindo nos conformes… Apesar da confusão no mundo árabe, vamos nos esquematizar para arrumar novos destinos e torcer pra tudo se resolver a tempo.
      Sabemos do apoio e certamente contamos com vcs!
      Gostamos do vocabulário lusíado, alhures é uma expressão demasiada portuguesa pouco utilizada algures… rs…
      bjs

      • iliana disse:

        Amores,
        Não aguentei e chorei ao ver vcs tão bonitos e felizes. Contradição , não… È assim … Que Deus os abençõe..
        Portugal é isso . Maravilha e identidade de raça juntos.
        Não deixem de ver uma noite de FADO na zona boêmia.
        È imperdível como uma noite na Broadway.
        Bjs Bjs…. Deixem o Oriente Médio com os seus pares. Distância, para que eu possa dormir.
        Mama e sogrinha.

      • Oi, mãe!
        Aproveitamos muito Portugal!! Amanhã vamos pra Espanha. Estamos de olho no que tá acontecendo por lá e não vamos correr riscos fora de propósito. Pode dormir sossegada!!!
        Bjos!

  5. Cristiano Castro disse:

    Começou bem demais hein? Que continue assim. Um grande abraço pra vocês dois.

  6. Jardiel disse:

    Leia ao menos um poema do Pessoa ou do Sá Carneiro: é um ritual aparentemente bobo, mas que nos revela a nossa familiaridade com essa terra. Bjs.

    • Jard, assim que chegamos na casa de uma amiga em Guimarães (perto de Porto), vimos um livro do Pessoa na cabeceira dela… E ainda estamos com um livro do Saramago na mochila, que nos acompanhará nesse início da viagem! bj!

  7. Marcelo Michel disse:

    Estou de olho em vocês!!! um beijo enorme!!

  8. eliane Moraes Leite disse:

    Ano passado em outubro estava aí, adorei tudo!!!! Não deixem de ir ao Castelo São Jorge, a vista de Lisboa é maravilhosa!!!!
    Beijos

  9. Marinildes (Mári) disse:

    10! Adorei esse primeiro post. Já comecei a viajar com vocês, como imaginava. As fotos tão lindas, e a de vocês, me deu muitas saudades…. curtam Madredeus por mim.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s